, , , , , , , , ,

Viagem a Budapeste - viagem a dois

dezembro 02, 2014


                                                                           
Parlamento Húngaro visto de Buda
"O mundo é um livro e aqueles que não viajam terão lido somente uma página."
 Sto Agostinho



Continuação sobre a minha viagem Praga- Salzburg - Viena e Budapeste.
Cheguei em Budapest de trem vindo de Viena. Foram 3  horas confortáveis.
Passei 4 noites em Budapeste e teria passado tranquilamente 5, 6 noites pois há muito o que ver e por onde passear e explorar.
Localizada na Europa Central, Budapeste é uma cidade grandiosa com um passado histórico fascinante, rica em cultura e cheia de contrastes.
Entremeada por ruelas e edifícios históricos, um comércio prejudicado pelo comunismo que perdurou décadas, Budapeste é uma cidade com  ótima gastronomia, com tradição em bolos e tortas, com inúmeros cafés como o Café New York , o Café Gerbeaud, ou a Strudel House, que foram os que visitei e gostei.  O prato típico é o Goulash um picadinho de carne temperado com  páprica, condimento favorito da região. Possui restaurantes sofisticados, com bons vinhos locais e internacionais.
                                                                         
Café New York 

Strudel House


Ficamos hospedados no Gresham Palace, bandeira Four Seasons, super bem localizado e um exemplo de arquitetura Art Noveau, construido no séc 19.
Com um idioma complicado, os nomes nas placas em Budapeste parecem uma sopa de letrinhas. Mas não foi difícil locomover-se em Budapeste, ainda mais estando em um hotel 5 estrelas tão bem localizado como o Gresham Palace. Localização é fundamental.

                                                                         

Dividida pelo rio Danúbio, a leste fica Peste a parte mais moderna e plana e a oeste fica Buda, a parte mais antiga da cidade que fica sobre uma colina, com ruazinhas tortuosas e grande quantidade de prédios barrocos. É o centro histórico da cidade. Declarado desde 1988 como Patrimônio  da Humanidade pela UNESCO.
Nosso hotel ficava em Peste.
Já no primeiro dia em Budapeste, pegamos o Big Bus Budapest para nos inteirarmos da cidade.
O ponto do ônibus ficava práticamente enfrente ao nosso hotel, atravessando a rua. E a partir daí saíamos explorando os pontos turísticos da cidade. Imprimindo o nosso ritmo e o nosso timing.
Gostamos de andar, de explorar e de chegar nos locais que visitamos já informados.
Fomos curtindo a viagem semanas antes de embarcar. Lendo livros, guias. E fomos traçando nossos planos de curtir a cidade, conhecer sua cultura, história, sua arquitetura e gastronomia.

Pontos visitados:
Cruzamos a ponte Chain Bridge ou ponte das correntes , que liga Buda a Peste e que cruza o rio Danúbio.  (fica bem em frente ao nosso hotel, numa linda vista).
Visitamos o Castelo Real, Buda Palace, passeamos sem pressa pelo bairro ao redor do Castelo, curtindo a paisagem do outono com seu colorido maravilhoso.
Vimos a coroa de St Estevão no Museu Nacional, em Buda
Hospital das Rochas que foi construído nos labirintos de Budapeste durante a Segunda Guerra e depois durante o dominínio soviético.

No segundo dia :
Fomos num tour guiado ao Parlamento Húngaro localizado junto ao Danúbio. Andamos á pé do nosso hotel e lá encontramos a guia. Ficamos encantados com a grandiosa e riquíssima construção inspirada no Palácio de Westminster de Londres, e suas  torres em estilo gótico. Super bem conservado.
Fomos ao bairro judeu e conhecemos a maior sinagoga da Europa e fizemos um tour guiado para entender a história do povo e não só olhar as construções e prédios.
Visitamos o mercado central e sua  enorme variedade de frutas, legumes, condimentos e souvenires.
Bebemos Palinka e Unicun duas bebidas típicas da região.

Terceiro dia
Conhecemos o spa - Gellert- banhos termais, influência da dominação turca durante o Império Otomano.
Colina de Gellert e a Citadela.

Fomos à bela igreja de São Matias.
Assistimos ao um lindo concerto para órgão e soprano na Basílica de São Estevão - foi emocionate!


Quarto dia:
Visitamos também a antiga residência de verão de Sissi a Imperatriz e o interior do Palácio Real e o jardim do castelo.

Budapeste é uma cidade com inúmeros museus e castelos que espelham seu passado de conquistas durante o Império Austro Húngaro da dinastia dos Habsburgos. E também as consequências referentes às derrotas da primeira e da segunda guerra mundial, seu abandono em decorrência da dominação da União Soviética por décadas. Tudo isto deixou marcas e singularidades. Muitos dos seus esplêndidos palácios, igrejas antigas, prédios de banho termais e arcadas imponentes, precisam de restauração. Mas eu adorei conhecer tudo isto, e também curtir os cafés, os restaurantes, os concertos, passear pelas ruas e apreciar a paisagem com as árvores coloridas nas cores do outono europeu que eu adoro!!!
As fotos do post foram tirados com meu IPhone.

Restaurantes que fomos - Tem que fazer reserva principalmente nos restaurantes mais diferenciados.
Bock Bisztró
Trigis
Costes
Onyx
       

O Hotel Gresham Palace e a ponte Chain Brigde que liga Peste a Buda
Catedral São Estevão

abaixo fotos do Mercado Central



Restaurante Onyx

Rua em Buda
Holocaust Memorial no Danúbio com os sapatos das vítimas
Aqui você acessa o post com a viagem a Salzburg

LEIA TAMBÉM

0 comentários

ASSINE A NEWSLETTER

Cadastre seu Email receba as Novidades do Mother of the Bride

Mais Recentes

CURTA NO FACEBOOK